Publicidade

Correio Braziliense

Minc aplica multa no PA

 


postado em 31/07/2008 09:26 / atualizado em 31/07/2008 09:28

Cercado por agentes do Ibama e da Polícia Federal, além de policiais militares paraenses, um general do Exército e um brigadeiro da Aeronáutica, o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, lavrou nesta quarta (30/07) quatro multas no valor de R$ 10 milhões contra a fazenda São Sebastião, propriedade que fica no município de Novo Progresso (PA). Minc decretou ainda o embargo da propriedade — que opera dentro de uma unidade de conservação ambiental.

A ação fez parte da primeira visita de Minc à Amazônia desde que assumiu a pasta há dois meses. O ministro e os fiscais chegaram no momento em que o fogo destruía parte da mata de uma fazenda vizinha, onde não foi encontrado nenhum responsável. As chamas ficaram incontroláveis e avançaram sobre a fazenda São Sebastião, provocando grande incêndio nos pastos e na vegetação.

Gado
As multas foram aplicadas ao proprietário do imóvel, José Carlos da Silva, morador de Juara, em Mato Grosso, e ao arrendatário Sérgio Aparecido da Silva, que terá 30 dias para tirar as 4 mil cabeças de gado encontradas no local. Caso contrário, o rebanho será apreendido.

As multas foram motivadas por danos à Unidade de Conservação de Jamanxin, desrespeito a embargo anterior, feito em agosto, desmatamento irregular e queimada da floresta. O proprietário e o arrendatário terão 30 dias para recorrer à agência municipal do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Caso não tenham êxito, tudo o que foi apreendido poderá ser imediatamente leiloado. Como o imóvel é irregular, dificilmente conseguirão reverter as punições. De acordo com levantamento do instituto, a área devastada no imóvel foi de 3 mil hectares. Isso gerou uma visão que o ministro Minc qualificou como “chocante, que provoca vontade de chorar”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade