Brasil

Presos no Paraguai brasileiros que tentavam vender carro de ministério

;

postado em 21/08/2008 16:56
Com apoio de autoridades paraguaias, a Polícia Civil do Paraná prendeu dois brasileiros flagrados quando tentavam vender em Ciudad del Este, no Paraguai, um carro do Ministério de Minas e Energia. Eles foram presos na noite desta quarta-feira (20/08), mas a notícia só foi divulgada na tarde desta quinta-feira (21/08) pela assessoria do Grupo de Diligências Especiais (GDE) de Foz do Iguaçu. Edson Antônio Dias e Elizeu Checone são acusados de negociar a Parati placa AML-4049, do Departamento Nacional de Produção Mineral, ligado ao Ministério de Minas e Energia. De acordo com a assessoria do GDE, os dois serão entregues Policia Federal da região, já que o Artigo 144 da Constituição Federal determina que a PF é o órgão responsável pela apuração de infrações contra bens da União. Segundo o delegado adjunto da 6ª Subdivisão da Polícia Civil, Amarildo José Antunes, os suspeitos foram localizados graças a uma denúncia anônima feita polícia do Paraguai. Os adesivos do veículo foram retirados antes da travessia da fronteira. Com isso, disse o delegado, os dois acusados tentaram não chamar a atenção. Segundo o delegado, ao depor, Edson Antônio Dias, que dirigia a Parati, afirmou que estava embriagado e não se lembrava de nada que aconteceu no país vizinho. No momento do flagrante, havia quatro pessoas no local duas fugiram e estão sendo procuradas pela polícia de Foz do Iguaçu.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação