Publicidade

Correio Braziliense

Eloá e Nayara passam por cirurgia em Santo André

 


postado em 17/10/2008 21:52 / atualizado em 17/10/2008 21:54

As duas adolescentes seqüestradas pelo auxiliar de produção Lindembergue Alves, de 22 anos, estão sendo operadas no Hospital Municipal de Santo André, na região metropolitana de São Paulo. Eloá entrou no centro cirúrgico 20 minutos após chegar ao hospital, segundo a assessoria de imprensa. A diretora da instituição e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na cidade, Rosa Maria de Aguiar, disse que ela levou dois tiros, um na cabeça e um no abdome. A cirurgia de Nayara, de 15 anos, começou por volta das 20h30, para retirar uma bala alojada no rosto, segundo informou o hospital. Por volta das 21 horas, ainda não havia previsão de quanto tempo irão durar as cirurgias das jovens. Segundo a diretora do hospital, o estado de saúde de Eloá é considerado "gravíssimo", e o risco de morte, em uma escala de zero a 10, "é de nove". Eloá perdeu muito sangue e massa encefálica, explicou a médica. Nayara, que chegou a ser libertada pelo seqüestrador e voltou ao apartamento para negociar com autorização da polícia, chegou ao hospital consciente, conforme informações da diretora.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade