Publicidade

Casal preso por matar garota

Mãe e padrasto são os principais suspeitos de assassinar menina de 8 anos. Segundo a polícia, homem teria confessado o crime e dito que a mulher “sabia de tudo”


postado em 26/12/2008 08:55 / atualizado em 26/12/2008 08:59

São Paulo- A Polícia Civil de São Paulo prendeu ontem um casal por suspeita de matar a menina Poliana Cristina de Castro, de apenas 8 anos, em Jandira, na Grande São Paulo. Os dois detidos são o padrasto e a mãe da criança. De acordo com os investigadores, Joel Marques Oliveira, 25 anos, teria confessado o crime, mas a mãe, Joseli de Castro, 28, nega que tenha participado do assassinato. No domingo passado, o casal foi a uma delegacia e registrou um boletim de ocorrência informando que a criança estava desaparecida. Os dois iniciaram, inclusive, uma campanha na cidade para que os moradores ajudassem nas buscas. Os agentes da Polícia Civil começaram a desconfiar da mãe e do padrasto durante o depoimento. Os investigadores acharam suspeita a forma fria como Joseli relatava a história e também o fato de ela se referir à menina sempre no passado, como se ela já estivesse morta. Suspeitando de que algo estava errado, os policiais pressionaram Joel, que acabou confessando o crime. Ele também afirmou que a mulher “sabia de tudo” e levou os agentes até o local onde o corpo da vítima estava, um matagal. PMs Segundo o site G1, quando os policiais civis chegaram ao lugar indicado, PMs já haviam encontrado o corpo da garota, depois de terem sido avisados por um homem que cruzara a área mais cedo. A causa da morte só será conhecida depois que os exames realizados por técnicos do Instituto Médico Legal (IML) ficarem prontos. Joel, no entanto, disse aos policiais que a menina foi morta com facadas na região do pescoço.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade