Brasil

Hospital oferece cursos de artesanato para parentes de pacientes

;

postado em 08/02/2009 16:41
Os parentes de pacientes do Instituto Fernandes Figueira (IFF) podem participar de cursos de artesanato para complementar a renda familiar. A unidade materno-infantil, que atende crianças com deficiências motoras e neurológicas, está com inscrições abertas para cursos de bordado, pintura em tecido, bolsas de couro, velas e sabonetes e bijuterias. O objetivo do hospital é de oferecer geração de renda informal para os pais que chegam a abandonar o trabalho para acompanhar o tratamento dos filhos. De acordo com a coordenadora do projeto, Laura Santos, muitas das crianças internadas na instituição, os pais não conseguem conciliar o horário de trabalho com o do atendimento médico. Por meio do projeto, chamado Novos Caminhos, os parentes têm uma chance de trabalhar de forma autônoma. Ao final dos cursos, que duram quatro meses e são oferecidos por voluntários, os alunos são indicados para trabalhar em empresas parceiras e, assim, chegam a aumentar a renda em até um salário mínimo. A artesã Edjane Maria da Silva participa do projeto há cinco anos. Mãe de uma paciente, ela conta que além do dinheiro que ganha com as encomendas de biscuit, tem a possibilidade de compartilhar experiências com outras mães. Aprendemos a conviver com as pessoas, conhecer outros problemas e a dividir a vida, disse. A coordenadora do projeto também avalia que a iniciativa ajuda na auto-estima das pessoas. A partir do momento que as mães estão inseridas em um trabalho no qual podem acompanhar os filhos e ganhar seu próprio dinheiro, muda tudo, afirma a assistente social. A doença continua, os problemas continuam, mas a auto-estima muda, disse Laura Santos. Para se inscrever nas oficinas, o interessado só precisa ir sede do projeto com o número de prontuário do paciente no instituto, que não precisa estar internado, e fazer a sua inscrição. As mães em tratamento também podem participar. A sede no próprio Instituto Fernandes Figueiras, na Praia do Flamengo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação