Publicidade

Correio Braziliense

Criança é envenenada com pirulito em Pará de Minas

 


postado em 29/04/2009 11:59 / atualizado em 29/04/2009 12:03

Um homem de 25 anos é acusado de ter envenenado a sobrinha de 8 anos, em Pará de Minas, a 86 quilômetros de Belo Horizonte, na Região Centro-Oeste do estado. A menina teria se sentido mal na casa de uma amiga, depois de chupar um pirulito, doado por um tio. Ela foi encaminhada, na noite de segunda-feira (27/4), ao pronto atendimento da cidade e está em observação. Segundo informações da Polícia Militar, na sexta feira (24/4), a menina teria brigado na porta da escola com uma prima da mesma idade. As duas teriam se agredido e ficado levemente feridas. Horas mais tarde, o tio da garota teria afirmado que não aceitava que a filha apanhasse na rua e que iria “acertar as contas” com a sobrinha. Testemunhas contaram que, depois de entregar um pirulito à sobrinha, o homem teria dado um tapa no rosto da criança, fazendo com que ela caísse no chão. Depois que o tio foi embora, a menina chupou o pirulito e seguiu para a casa de uma amiga, com quem costumava brincar durante o período da tarde. Horas mais tarde, ela começou a passar mal e foi levada às pressas para o pronto atendimento de Pará de Minas. Além da falta de ar e sonolência, a criança apresentava ainda perda de equilíbrio, não conseguindo ficar em pé. Antes mesmo dos exames ficarem prontos, a equipe do pronto atendimento acreditava tratar-se de envenenamento. Os médicos responsáveis pela assistência não confirmaram a suspeita, mas afirmaram haver fortes indícios de uma intoxicação. A criança permanece internada para observação e não corre risco de morrer. O tio da garota está foragido. A Polícia Civil investiga o caso.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade