Publicidade

Correio Braziliense TURISMO

Um banho de história nas águas de Araxá


postado em 02/09/2009 08:20 / atualizado em 02/09/2009 08:47

A imagem de maior força turística de Araxá, em Minas Gerais, é a de um lugar onde a história se recria. Há mais de seis décadas, por exemplo, presidentes e ministros de Estado se hospedam em uma das referências da cidade, o Ouro Minas Grande Hotel e Termas Araxá. O último deles foi Luiz Inácio Lula da Silva, que segundo contam alguns funcionários, escondeu-se em Araxá logo após ter sido eleito presidente, em 2002. Mas é definitivamente Getúlio Vargas (1882 — 1954) — que teria se curado de uma incômoda dor muscular a partir dos 21 banhos medicinais que eram oferecidos nas termas da região do Barreiro — a maior celebridade das termas e do hotel. Partiu dele o pontapé inicial para a construção do complexo.
As obras tiveram início em 1937, mas só foram finalizadas sete anos depois, com a abertura de um grande cassino onde hoje funciona um salão para eventos no Grande Hotel. Os funcionários mais antigos relembram emocionados de um tempo em que a cidade era vedete da região. "Naquela época, quatro companhias aéreas voavam para Araxá todos os dias. Hoje, só existe uma", diz o gerente de segurança e patrimônio, Valter Vilhena. Hoje, 65 anos depois da inauguração, Araxá só dispõe de um voo diário para Brasília.

Se há algo que hotel e termas conservou com o passar dos anos é a história de suas origens. E ela pode ser vista nos azulejos utilizados na construção. Os detalhes que revelam o progresso do lugar, por sua vez, datam do fim dos anos 1990, quando houve uma grande reforma no complexo. "Algumas coisas, como o sistema de ar condicionado, que custou US$ 3 milhões, modernizaram-se bastante. Mas quase todo o resto foi refeito como quando o hotel foi inaugurado", conta Roberto Márcio, gerente de manutenção do hotel e das termas.

Atualmente, tanto as termas quanto o hotel pertencem à Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), empresa de economia mista que gastou cerca de US$ 50 milhões na reforma — concluída em novembro de 2001, depois de sete anos. Hoje, a gestão dos empreendimentos está arrendada para a Ouro Minas, que concentra sua atuação hoteleira na cidade de Belo Horizonte.

O contrato entre as duas empresas prevê que uma parte dos lucros provenientes com hospedagem e despesas de hóspedes vá para a Codemig. As despesas do hotel, no entanto, ficam ao encargo da Ouro Minas. Só com manutenção do local, a empresa gasta cerca de 3% da receita bruta. Ou seja, a cada R$ 1 milhão faturados, o hotel gasta algo como R$ 30 mil com manutenção. Tanta preocupação pode ser vista no trato dado às instalações, impecavelmente bem cuidadas.

Como chegar
Araxá está localizada no alto de uma cratera de um vulcão extinto, no Alto Paranaíba. É uma terra de temperaturas baixas, cercada por formações geográficas da Serra da Canastra e da Serra da Bocaina. A melhor opção para quem vem de Brasília é a BR-050, passando por Uberlândia (MG) e Uberaba (MG). Também é possível ir de avião. A Trip Linhas Aéreas é a única companhia que opera voos regulares para Araxá. No entanto, em dias de mau tempo, há o risco de não conseguir decolar. Caso isso ocorra, o voo é transferido para o outro dia. Nesse caso, hospedagem e transporte ficam por conta do cliente.

Banho de tudo
Conheça algumas opções relaxantes do spa. Como os preços podem ter alterações, é bom consultá-los com a recepção do local

De lama
Primeiro, o paciente fica durante 20 minutos em uma banheira de lama. Em seguida, vai para o chuveiro para retirar o excesso de lama do corpo e, depois, para uma banheira de água radioativa. Tratamento indicado para quem sofre de artrite, artrose, bursite, acne e inflamações.

De aveia
Em uma banheira de hidromassagem, são colocados óleos, cremes e aveia, que ajudam a hidratar a pele.
De ervas aromáticas
Sete tipos de ervas, sais de banho e óleos próprios são misturados em uma banheira. Após mergulhar, o paciente tem a sensação de relaxamento.

De mel
Óleos, cremes e mel são colocados em uma banheira de hidromassagem. A finalidade é a hidratação da pele.

De chocolate
O tratamento à base do doce promete deixar a pele macia e hidratada.

De vinho
Quando colocada em uma banheira, a bebida deixa a pele mais firme e hidratada. O banho também ajuda a espantar o estresse.

De pétalas
São colocados óleos, cremes, espuma e pétalas em uma banheira de hidromassagem. No fim do banho, a pessoa fica relaxada e com a pele cheirosa.

Ouro Minas Grande Hotel e Termas Araxá
0800-314-000 e reserva@ourominas.com.br
www.ourominas.com.br

» Leia mais sobre Araxá no caderno Turismo, edição especial sobre spas

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade