Publicidade

Correio Braziliense

Especialistas debatem Amazônia e mudanças climáticas


postado em 28/10/2009 10:04

Ambientalistas, empresários, líderes sociais e representantes de governos se reúnem nesta quarta-feira (28/10) em Belém (PA) para discutir a inclusão da Amazônia no enfrentamento das mudanças climáticas e as oportunidades de desenvolvimento sem derrubada da floresta.

Durante reunião do Fórum Amazônia Sustentável, a menos de 40 dias da Conferência da Organização das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, em dezembro, em Copenhague, as entidades devem reforçar a posição favorável ao mecanismo de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação, o REDD (na sigla em inglês).

A ideia é garantir compensações, financiadas com recursos internacionais, para quem preservar a floresta em pé. O mecanismo deve ser incluído no acordo que complementará o Protocolo de Quioto pós-2012, mas ainda não está definido se os recursos virão do mercado de carbono ou de contribuições nacionais voluntárias.

Além do REDD, também estão na pauta a transição para uma economia de baixo carbono, o papel dos povos da floresta na conservação e uso da biodiversidade e a substituição do desmatamento por vias sustentáveis de desenvolvimento para a região.

O encontro será aberto pelo diretor do Centro de Estudos sobre o Brasil Contemporâneo da École de Hautes Études en Sciences Sociales, em Paris, na França, Ignacy Sachs, considerado um dos maiores pensadores do desenvolvimento sustentável no mundo.

Também participam das apresentações representantes das três esferas de governo, do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas, empresários e organizações não governamentais, entre elas o Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) e o Instituto Socioambiental (ISA).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade