Publicidade

Correio Braziliense

Escola mineira recebe prêmio de gestão de escolas públicas


postado em 15/11/2009 13:24

Brasília - A Escola Estadual Doutor Luís Pinto, de Santa Rita do Sapucaí (MG), foi a grande vencedora do Prêmio Referência Nacional em Gestão Escolar, que a cada ano elege as melhores experiências de administração de escolas públicas. Para a diretora do colégio, Monica Ribeiro, a principal razão para o sucesso é o alto grau de comprometimento de toda a equipe escolar. A escola desenvolve uma série de projetos para melhorar a qualidade do ensino. Oferece cursos de alfabetização para pais de alunos, oficinas de formação continuada para os professores e abre as portas para várias atividades nos finais de semana e à noite. %u201CSe você passa na escola à noite, parece que ela está mais cheia do que durante o dia%u201D, conta Monica. Os alunos podem fazer aulas de música, canto e dança. Essas as atividades são disponibilizadas graças a parcerias com empresários e outras organizações da cidade. O envolvimento da comunidade é outro fator que, na opinião de Monica, influencia o bom resultado. A escola, que tem 1,2 mil alunos, obteve nota 6 no último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), indicador criado para medir a qualidade do ensino público. Está bem acima da média nacional, que é de 4,2 pontos (em uma escala de 0 a 10). %u201CTemos como pacto fazer da nossa escola a melhor do mundo%u201D, destaca a diretora. O prêmio é concedido há dez anos pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Fundação Roberto Marinho e Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), entre outros parceiros. Para esta edição, 1,9 mil escolas se inscreveram e foram escolhidos seis finalistas de Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, do Acre, Tocantins e de Pernambuco. Para a presidente do Consed, Yvelise Arcoverde, o grande benefício da escola ao participar do prêmio é promover uma autoavaliação. %u201CÉ um momento em que a escola faz uma pausa para refletir sobre a gestão.%u201D Para Yvelise, o sistema educacional brasileiro precisa profissionalizar a gestão das escolas para garantir a melhoria do ensino. Ela defende que um aumento dos recursos também é importante, mas ressalta que algumas vezes é a direção da unidade que faz a diferença na qualidade da aprendizagem. %u201CPara fazer educação é necessário profissionalismo, formação adequada, materiais. Às vezes temos duas escolas da mesma região que recebem os mesmos recursos, mas têm resultados distintos. A diferença está na gestão%u201D, acredita. A Escola Estadual Doutor Luís Pinto leva como prêmio R$ 15 mil. Monica disse que o conselho da escola vai decidir de que forma utilizar a verba, mas destaca duas importantes demandas. %u201CQueremos pagar para os nossos professores um curso de formação, que eles pedem há muito tempo. Também queremos contratar uma consultoria para avaliar a escola.%u201D

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade