Publicidade

Correio Braziliense

Rio tem mais 18 presos por fazer xixi na rua


postado em 15/02/2010 14:01

Rio de Janeiro - Mais 18 pessoas foram presas na madrugada desta segunda-feira (15/2) após terem sido flagradas fazendo xixi em público, na região da Lapa, centro do Rio de Janeiro. Balanço divulgado pela Secretaria Especial da Ordem Pública (Seop) mostra que desde a última sexta-feira (12/2), o número de detidos por esse motivo chega a 149. Entre eles, há um italiano, uma mexicana, dois dinamarqueses e um inglês. Todos responderão por ato obsceno e atentado ao pudor. A pena para esses crimes varia de três meses a um ano de prisão, mas pode ser substituída pela prestação de serviços comunitários. Ao serem conduzidos à delegacia, os presos tiveram que assinar um termo de conduta com data marcada para se apresentar ao Juizado Especial Criminal. Desde os primeiros desfiles pré-carnavalescos, a Secretaria Especial da Ordem Pública vem fazendo operações choque de ordem contra o hábito de urinar nas ruas. Para evitar a prática, foram instalados quatro mil banheiros químicos na cidade. A distribuição, segundo a secretaria, foi definida de acordo com a concentração estimada de foliões. Mesmo assim, muitos reclamam que o número é insuficiente e que o tempo de espera na fila chega a uma hora. O folião americano Ryan Hemming, que acompanhou o desfile do Cordão do Boitatá, na Praça XV, disse que havia muita sujeira nos banheiros. %u201CA privada estava entupida e o piso, cheio de urina. Não dava nem para entrar%u201D. A assessoria de imprensa da Riotur informou que uma empresa foi contratada para fazer a limpeza e a manutenção dos banheiros químicos. Segundo a prefeitura, 320 agentes de controle urbano e 1.420 guardas municipais foram mobilizados para fiscalizar os blocos do carnaval carioca.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade