Publicidade

Correio Braziliense MINAS

Mistério ronda assassinato de empresários em BH


postado em 14/04/2010 15:37 / atualizado em 14/04/2010 15:41

Rangel Faula

A Polícia Civil mantém intensa investigação para desvendar a macabra morte de dois empresários em Belo Horizonte. Os corpos de Rayder Rodrigues e Fabiano Moreira, ambos ligados ao setor factoring, foram encontrados decapitados, no sábado (10), na mata da Fazenda do Peixe, na Estrada do Vale do Sol, em Rio Acima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A polícia acredita que o crime foi cometido no apartamento 114 do prédio da Rua Boa Esperança, 423, no Bairro Sion, na Região Centro-Sul de BH. Os peritos da Polícia Civil, com o uso de reagentes químicos, encontraram vestígios de sangue na sala de jantar do imóvel e no Monza apreendido na garagem.

Os criminosos cortaram as mãos das vítimas e deixaram os cadáveres parcialmente queimados para dificultar a identificação. Depois, os corpos foram levados a um local de desova na Grande BH. Os cadáveres permanecem no Instituto Médico Legal.

Segundo a polícia, o caso envolve extorsão e lavagem de dinheiro, mas os detalhes não foram revelados. Quatro suspeitos passaram a noite na cadeia: dois estudantes universitários, um cabo da Polícia Militar e um cidadão norte-americano. Além deles, um outro policial militar e uma médica também teriam ligação com os assassinatos, mas continuam foragidos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade