Publicidade

Correio Braziliense

Pernambucana é presa com 6 kg de cocaína presos na cinta


postado em 13/07/2010 09:27

A Polícia Federal anunciou hoje a prisão de uma pernambucana que tentava embarcar com cerca de 6 kg de cocaína presos ao corpo com ajuda de uma cinta. A desempregada Kássia Angélica dos Santos, de 24 anos, nascida na cidade de Paulista, foi presa após denúncias recebidas pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE).

Ela foi flagrada por volta das 16h da sexta-feira passada quando chegava de avião no Aeroporto Internacional dos Guararapes, vinda do estado do Acre em um voo doméstico. Kássia carregava seis volumes de diversos tamanhos de uma substância amarelada que ao ser submetida a exame narcoteste resultou positivo para cocaína, totalizando um peso bruto de aproximadamente 5.6 kg, suficientes para se fazer aproximadamente 23 mil pedras de crack.

A pernambucana recebeu voz de prisão em flagrante e foi levada para a Superintendência da Polícia Federal no cais do Apolo, onde foi autuada por tráfico de entorpecentes com a agravante de estar fazendo esse transporte entre estados da federação. Caso condenada, ela pode cumprir penas que somadas ultrapassam os 20 de reclusão.

Além da droga também foram apreendidos cartões de embarque e um aparelho celular. Kássia foi encaminhada para a Colônia Penal Feminina, onde ficará a disposição da Justiça.

De acordo com a PF, pela forma de apresentação a droga é oriunda da Bolívia. A prisão só foi divulgada agora para não prejudicar outra investigação que estava em andamento no Estado do Acre, que culminou com a prisão no sábado passado de mais uma mulher com 2 kg de crack que era transportado para Fortaleza, no Ceará.

Com esta sobe para a nove o número de apreensões de drogas feitas pela PF no Aeroporto Internacional dos Guararapes este ano. Até agora 10 pessoas foram presas, sendo sete homens e três mulheres. Foram detidos um1 búlgaro, um paraguaio, uma filipina, um grego, um sul africano, um português, três espanhóis e uma brasileira. Foram apreendidos 22.560 kg de cocaína e 5,6 kg de crack.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade