Publicidade

Correio Braziliense CASO MÉRCIA NAKASHIMA

Irmão de Mizael foi ouvido pela polícia


postado em 11/08/2010 17:06 / atualizado em 11/08/2010 17:26

A Polícia Civil de São Paulo ouviu, nesta quarta-feira (11/8), o pintor Altair Bispo, irmão de Mizael Bispo de Souza, indiciado pelo homicídio qualificado da advogada Mércia Nakashima, sua ex-namorada.

Os policiais queriam saber a razão de Altair ter feito 27 ligações para o vigia Evandro Bezerra da Silva, também indiciado como cúmplice de Mizael, no dia em que Mércia foi morta. Ele se limitou a repetir que sua filha teria ligado por engano para o vigia de seu celular, a mesma resposta que deu no primeiro depoimento.

O crime
Mércia desapareceu em 23 de maio, em Guarulhos, depois de sair da casa da avó e foi encontrada morta numa represa de Nazaré Paulista, a 90km de São Paulo, na manhã de 11 de junho. O advogado e ex-namorado da vítima, Mizael Bispo, é o principal suspeito do crime. De acordo com a perícia, Mércia foi agredida e baleada, desmaiou e morreu afogada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade