Publicidade

Correio Braziliense

Consternação na LBV com as mortes de três funcionários em acidente aéreo


postado em 11/12/2010 08:05 / atualizado em 11/12/2010 12:38

Na manhã de ontem, técnicos da Aeronáutica seguiram para uma área de pasto no distrito de Córrego do Feijoal, em Bom Jesus do Galho, no Vale do Rio Doce, em Minas Gerais, onde o avião que transportava integrantes da Legião da Boa Vontade (LBV) caiu na noite de quinta-feira. Os especialistas vão tentar apontar as causas do acidente com o bimotor Beechcraft, prefixo PT-LEU. Aparentemente, o piloto tentou realizar um pouso forçado, mas o terreno irregular teria contribuído para um forte impacto no solo, que resultou na explosão da aeronave.

No acidente morreram três funcionários da Legião da Boa Vontade (LBV) que participavam de uma missão para distribuição de cestas básicas na campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia: a repórter Belkis de Faria, 35 anos, o fotógrafo Clayton Ferreira, 25 e o cinegrafista Rodrigo Mafra, 26. Até o fechamento da edição, o coordenador executivo da equipe, Paulo Duarte Pereira, encontrava-se internado na Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein (SP) e o piloto, João Vicente Granha, estava internado em hospital especializado em queimaduras, em Vitória (ES). A equipe já havia percorrido seis cidades, transportada pela aeronave, para registrar a entrega de 70 mil cestas de alimentos a famílias em situação de vulnerabilidade social.

As três vítimas do acidente trabalhavam na LBV há pelo menos cinco anos; e Belkis e Clayton integravam a equipe da LBV de Brasília há dois anos. Mafra era da equipe de São Paulo. O cunhado de Belkis e responsável pela área administrativa da sede da LBV na capital, Paulo Medeiros, reforça a perda sentida pelas famílias e pelos funcionários: “São heróis que perderam suas vidas no trabalho. Mas nós acreditamos que a vida continua depois da morte. Ela continua. Foi uma perda grande, mas encontramos entendimento no templo, conhecido como a Pirâmide das Almas Benditas. A energia do lugar nos fortalece”. Segundo Medeiros, Belkis já estava envolvida com a LBV há cerca de 15 anos e era uma “moça alegre, trabalhadora, feliz”.

Ontem, os corpos de Ferreira e Mafra foram enviados para São Paulo, onde moram os familiares. O velório de Belkis deve ocorrer hoje, mas o horário ainda não foi confirmado. Às 18h de hoje, o Templo da Boa Vontade (DF) irá oferecer uma cerimônia ecumência especial em homenagem aos falecidos.

  • Tags
  • #
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade