Publicidade

Estado de Minas

Filho matou os pais e foi comprar cerveja


postado em 04/03/2011 08:25

São Bernardo do Campo (SP) — A população de São Bernardo do Campo está chocada com o assassinato do casal Marinaldo Pereira Martins, 54 anos, e Lindinalva Maria Pereira Martins, 47. Eles foram mortos brutalmente pelo filho de 22 anos assim que saíram do banho. Acostumada a interrogar bandidos frios e perigosos, a delegada Liane Vitiello ficou assustada com a frieza do acusado, que foi preso em flagrante na madrugada de quarta-feira. “Ele repete calmo que matou os próprios pais porque eles ‘enchiam o saco’ dele para que deixasse a vida de vagabundo e procurasse um emprego”, conta.

Na vizinhança, os moradores dizem que o jovem vivia na rua com amigos, bebia cerveja o dia todo, mas nunca havia demonstrado reação violenta. “Ele até chegava a procurar emprego, mas dizia que era sempre rejeitado”, conta Maria de Fátima Sarmento, 44 anos. Ela diz que ficou assustada com o duplo assassinato.

A Polícia Civil em São Bernardo do Campo procura o segundo jovem que participou do crime. Ontem, a Justiça decretou a prisão do suspeito, que passou a ser considerado oficialmente foragido. “Recebemos ligações pelo Disque-Denúncia informando que ele está em Tatuapé”, diz a delegada. À tarde, investigadores foram à casa do suspeito e encontraram joias e roupas ensanguentadas. Em depoimento, o jovem disse que matou os pais, tomou banho e saiu para comprar cerveja e cigarro em um posto de gasolina. Depois, voltou em casa para limpar a cena do crime e simular um assalto. “A ida ao posto era, na verdade, uma tentativa de ter um álibi. Mas bastou uma prensa para ele confessar que matou os pais”, descreve a delegada.

  • Tags
  • #
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade