Publicidade

Estado de Minas

Advogados do julgamento de Bruno querem exibição de vídeo no plenário


postado em 21/11/2012 12:11

A advogada Carla Silene, que defende Fernanda Gomes, pediu a exibição de vídeo do depoimento do caseiro do sítio de Bruno, José Roberto Machado, e da esposa dele Gilda Maria Alves. Os dois foram arrolados para comparecimento ao júri, mas não foram encontrados. Mesmo assim, a advogada considera as falas importantes e solicita que sejam exibidos vídeos desses depoimentos.

O advogado Leonardo Diniz, que defende Luiz Henrique Romão, o Macarrão, também pediu para que o depoimento do tio de Bruno - pai de J.L - seja exibido em plenário. O tio é Vitor Coelho Rosa também está arrolado, mas que não comparecerá. O promotor Henry Vasconcelos se manifestou a favor dos pedidos dos defensores. A juíza Marixa Rodrigues deferiu uso dos vídeos de José e Gilda, mas indeferiu vídeo de Vitor Rosa.

Leia mais notícias em Brasil

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade