Publicidade

Estado de Minas

Polícia do Rio investiga suspeita de fraude envolvendo autoescolas

As investigações começaram em 2013 abrangendo autoescolas que forjavam o comparecimento de alunos em salas de aula


postado em 01/03/2016 12:45

Policiais civis fazem hoje (1o) uma operação para cumprir 36 mandados de prisão de suspeitos de fraudar o sistema do Departamento Estadual de Trânsito do Rio de Janeiro (Detran-RJ). Também estão sendo cumpridos 112 mandados de busca e apreensão e 280 de condução coercitiva (em que a pessoa é levada à delegacia para prestar depoimento).

Leia mais notícias em Brasil

As investigações começaram em 2013 abrangendo autoescolas que forjavam o comparecimento de alunos em salas de aula. De acordo com a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (Drci), as fraudes ocorriam através de um software que viola a chave de segurança do sistema e permite gerar aulas fictícias, sem que os alunos estejam presentes.

As aulas em autoescolas são obrigatórias tanto para a emissão da primeira carteira de habilitação como para quem teve cassado o direito de conduzir veículos. Cerca de 200 policiais participam da ação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade