Publicidade

Correio Braziliense

TV portuguesa acusa Universal de envolvimento com tráfico de crianças

Reportagens foram produzidas a partir de entrevistas com famílias cujos filhos teriam sido roubados e consulta a 10 mil documentos e 40 processos


postado em 11/12/2017 21:21

(foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas)
(foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas)

 
A emissora TVI, de Portugal, exibirá a partir desta segunda-feira (11/12) a série de reportagens O segredo dos Deuses, com dez matérias. O material, baseado em um processo de de pesquisa de sete meses com dez mil documentos e 40 processos consultados, sobre uma rede de adoções ilegais que levaria crianças portuguesas para outros países pelos bispos e pastores da Igreja Universal do Reino de Deus, fundada por Edir Macedo há 40 anos.
 
 
Segundo a reportagem, o mecanismo para o tráfico era o Lar Universal, mantido pela Igreja Universal de Lisboa, nos anos 1990. Os abrigos receberiam crianças roubadas de famílias em situação financeira difícil que seriam adotadas, irregularmente, por bispos e pastores da igreja. Segundo Alexandra Borges e Judite França, jornalistas responsáveis da série, casos diversos serão noticiados nas reportagens. A série de investigação é a primeira da TVI.

Dois netos de Edir Macedo teriam sido adotados através desse esquema, segundo informações do jornal Público, de Portugal, sobre a série investigativa. As repórteres lideraram uma equipe que investigou o caso por mais de sete meses. Vinte anos depois das adoções, algumas mães e crianças que teriam sido vítimas do esquema se pronunciaram pela primeira vez a respeito do acontecido.

Alexandra adianta que a principal intenção das mães não seria rever os filhos, mas fazer com que saibam que elas nunca os abandonaram. "Por muitos anos, estas mães foram a tribunais, Segurança Social, polícia e nada resolveu. Queremos que o Estado ouça estas mulheres", explica a jornalista, que pretende encontrar mais mães após a exibição da série. As reportagens serão exibidas de segunda à sexta-feira, até 22 de dezembro, nas próximas duas semanas, no Jornal das 8 da rede.
 

Confira a chamada para a série de reportagens: 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade