Publicidade

Correio Braziliense

Mulher de 74 anos é agredida por taxista após dizer que Uber é melhor

Segundo a PM, motorista e passageira discutiram por causa do trajeto da viagem


postado em 12/12/2017 10:44

Uma mulher de 74 anos e a filha dela, de 50, foram agredidas por um taxista na tarde desta segunda-feira, na Rua Padre Eustáquio, no bairro de mesmo nome, na Região Noroeste de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), a agressão foi motivada por uma discussão a respeito do trajeto escolhido pelo motorista.

Em seu depoimento, a idosa relatou ter iniciado a viagem no Bairro Lourdes, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Ela conta que reclamou com o taxista depois de ele ter seguido por um caminho diferente do que ela queria.

Segundo a PM, o motorista se irritou quando a idosa pediu para que ele ficasse em silêncio. Ainda segundo a PM, o taxista expulsou as passageiras do carro por elas afirmarem que preferiam utilizar o aplicativo Uber. Fora do veículo, ele começou a agredi-las com chutes e socos. Um dos golpes acertou o olho da idosa e, o outro, o peito da filha dela. 

Testemunhas relataram aos militares que o taxista ainda arrancou uma sacola da mão da idosa antes de fugir do local. Segundo as passageiras, na sacola estava uma saia comprada pela mulher de 50 anos e o seu celular, um Iphone 6. 

A polícia procura pelo taxista que, até a tarde desta segunda-feira, ainda estava foragido. Moradores do bairro socorreram as vítimas e conseguiram anotar a placa do carro, um Fiat Linea. 

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade