Publicidade

Correio Braziliense

Servidora agride repórter que questionou aumento de salários de vereadores

A procuradora jurídica Alice Ribeiro de Souza se descontrolou diante das perguntas do repórter, assista ao vídeo


postado em 21/12/2017 13:22 / atualizado em 21/12/2017 13:39

"Eu te processo, ordinário, você que não se atreva", reagiu a procuradora jurídica da Câmara Municipal de Uberlândia, Alice Ribeiro de Souza, depois de agredir fisicamente o repórter Ricardo Martins,  da TV Band.
 

A ira  explícita da servidora pública da Câmara de Uberlândia, no Triângulo mineiro, foi uma reação aos questionamentos do repórter sobre o reajuste salarialde de quase 20%  que os vereadores concederam a eles próprios no último dia 14, por meio de aprovação de projeto de lei aprovado em plenário da Casa.

Os parlamentares ganhavam um salário bruto de R$ 15.031,62, e passariam a ganhar R$ 18.007,88, o que representava um aumento de 19,8%. .

A Justiça  acabou suspendendo liminarmente o reajuste. A suspensão foi feita através de uma liminar concedida pelo juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Uberlândia, João Ercy, após uma ação popular dos advogados de Uberlândia, Clovis Mesiano Muniz Júnior, Marco Túlio Bosque e Maria Aparecida dos Anjos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade