Publicidade

Correio Braziliense

Passageiros da Latam aguardam bagagens há três dias, após atraso em voo

Vários clientes da Latam embarcaram em um voo de Santiago até Lima, no Peru, e só então conseguiram embarcar para São Paulo. Eles reclamam que até agora seguem sem informações de onde as malas estão e quando vão recuperá-las


postado em 12/01/2018 19:20 / atualizado em 12/01/2018 20:12

Clientes reclamam que ainda não receberam resposta ou qualquer tipo de respaldo da empresa sobre como recuperar as malas(foto: Cadu Gomes/CB/D.A Press)
Clientes reclamam que ainda não receberam resposta ou qualquer tipo de respaldo da empresa sobre como recuperar as malas (foto: Cadu Gomes/CB/D.A Press)

Muitos passageiros estão frustrados com o serviço da empresa Latam Airlines depois de muita confusão, atrasos nos horários de voos e bagagens extraviadas durante uma escala de Santiago, no Chile, a São Paulo. O caso ocorreu na terça-feira (9/1). Até esta sexta-feira (12/1), muitos clientes reclamam que ainda não receberam resposta ou qualquer tipo de respaldo da empresa sobre como recuperar as malas.
-->
-->

Leia as últimas notícias de Brasil

 

O voo da empresa Qantas, que saiu da cidade de Sidney, na Austrália, atrasou cerca de duas horas, o que acabou prejudicando as conexões de voo de Santiago à São Paulo. Ao chegarem ao aeroporto Comodoro Arturo Merino Benítez, os passageiros que deveriam seguir em uma aeronave da Latam direto para o terminal de Guarulhos foram encaminhados para seguir viagem até Lima, no Peru, e só então iriam para São Paulo.

 

Foi o caso da analista administrativa Maria de Lourdes Fagundes, 54 anos. "A viagem toda foi muito confusa", conta Lourdes. "Depois de ficar cinco horas esperando no aeroporto de Lima, cheguei em São Paulo. Quando vi que as esteiras não estavam passando mais bagagens, fiz prontamente minha denúncia e fui embora. Até agora, a Latam respondeu com um e-mail automático, não entrou em contato comigo e nem me comunicou aonde estão minhas malas".

 

"Ninguém me informou nada"

 

A analista judiciária Geiza Araújo de Sá, 52, relata que conseguiu realizar uma escala direta de Santiago para São Paulo, mas que também atrasou cerca de 1h30. "A conexão foi uma loucura. Quando cheguei a São Paulo, fui até a esteira para pegar as bagagens e esperei mais duas horas pelas minhas malas. Os funcionários disseram que era porque tinha muita gente", relata a analista.

 

Depois de esperar, Geiza foi informada por outra passageira que ela deveria registrar ocorrência por conta das bagagens. "Eu não sabia de nada, ninguém me informou nada". A passageira reclamou do descaso da empresa. "Eu passei e-mail todos os dias, de manhã, à tarde e à noite, e eles não me respondiam. Quando falei que ia chamar a imprensa, eles responderam com um e-mail automático dizendo que não estão encontrando minha mala".

 

Em nota, companhia aérea Latam lamentou o ocorrido e informou que já está em contato com os clientes e segue a legislação vigente para ocorrências com bagagem em voos internacionais. "Como procedimento, em caso de violação, danos, extravio ou qualquer anormalidade com a bagagem, a LATAM Airlines Brasil solicita que o passageiro procure um de seus funcionários antes de deixar a área desembarque. Esse funcionário analisará a ocorrência e prestará toda a assistência ao cliente", diz o texto. A empresa, no entanto, não informou se as bagagens foram localizadas.

Leia a nota na íntegra:

 

A LATAM Airlines Brasil lamenta o ocorrido e informa que está em contato com a cliente. Além disso, a companhia segue a legislação vigente para ocorrências com bagagem em voos internacionais.

 

Como procedimento, em caso de violação, danos, extravio ou qualquer anormalidade com a bagagem, a LATAM Airlines Brasil solicita que o passageiro procure um de seus funcionários antes de deixar a área desembarque. Esse funcionário analisará a ocorrência e prestará toda a assistência ao cliente. Após esta avaliação, o assunto será registrado por meio do formulário Relatório de Irregularidade de Bagagem (RIB) e uma cópia desse documento é fornecida ao passageiro.

 

A companhia recomenda utilizar a bagagem de mão para transportar objetos como dinheiro, joias, papéis negociáveis, artigos eletrônicos de uso pessoal (câmeras fotográficas, celulares, filmadoras, laptops, tablets), ou seja, todos aqueles objetos de valor e/ou frágeis.

 

 

A companhia também disponibiliza aos passageiros o serviço de atendimento ao cliente pelo telefone 0800-123200 (24 horas), fax 0800 123900 ou pelo site www.latam.com.

 

**Estagiária sob supervisão de Jacqueline Saraiva

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade