Publicidade

Correio Braziliense

Piloto do Globocop que caiu é tratado como herói por evitar tragédia maior

A aeronave que sobrevoava a comunidade teria sido puxada para o mar, evitando uma tragédia maior


postado em 23/01/2018 11:40

O piloto do helicóptero, Daniel Gavião, morreu durante a queda do helicóptero(foto: Reprodução/Arquivo Pessoal )
O piloto do helicóptero, Daniel Gavião, morreu durante a queda do helicóptero (foto: Reprodução/Arquivo Pessoal )

 
Na manhã desta terça-feira (23/1), os moradores da comunidade de Brasília Teimosa, em Recife, acordaram em meio a uma tragédia. Acostumados com o voo de helicópteros pelo local, estranharam quando o barulho estranho era emitido pela aeronave da Rede Globo. A queda, que resultou na morte do comandante Daniel Galvão, 33 anos, e da sargento Lia Maria Abreu de Souza, 34 anos, foi precedida por um forte barulho.

De acordo com moradores da comunidade, o piloto foi um dos grandes heróis desta manhã, "ele tirou de cima da comunidade e foi pra cair no mar", afirmou o morador local Arinaldo Muniz de Andrade, que estranhou a proximidade do barulho que sobrevoou as casas. A queda em parafuso resultou no choque com o mar de Brasília, onde a maré estava alta e as ondas fortes. 

Ainda em seu depoimento, Arinaldo afirma que os primeiros a se jogarem no mar para salvar a vítimas eram pessoas da comunidade, que estavam próximas ao local e já tinham alguma experiência de como nadar naquelas águas. 

O sobrevivente da queda, Miguel Bredo, 21 anos, foi socorrido por moradores e encaminhado ao hospital em estado gravíssimo
 
Ver galeria . 5 Fotos Um helicóptero terceirizado da equipe de filmagem da Rede Globo caiu na manhã de terça-feira (23/1)Manuela Cavalcanti/DP
Um helicóptero terceirizado da equipe de filmagem da Rede Globo caiu na manhã de terça-feira (23/1) (foto: Manuela Cavalcanti/DP )

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade