Publicidade

Correio Braziliense

Três policiais militares foram mortos em menos de 24 horas no RJ

As vítimas foram atacadas ao longo da quarta-feira em diferentes localidades do Estado


postado em 22/03/2018 15:42

O cabo Luciano da Silva Coelho foi morto após criminosos atirarem durante um roubo a estabelecimento comercial no Centro de Cabo Frio, na Região dos Lagos(foto: Arquivo Pessoal/Facebook)
O cabo Luciano da Silva Coelho foi morto após criminosos atirarem durante um roubo a estabelecimento comercial no Centro de Cabo Frio, na Região dos Lagos (foto: Arquivo Pessoal/Facebook)
O Rio de Janeiro teve, em menos de 24 horas, três Policiais Militares mortos por criminosos em momentos de patrulha ou em assaltos com tiroteio. A morte do soldado Felipe Santos de Mesquita ocorreu na região conhecida como “Boidadeiro”, na Rocinha, na noite de quarta-feira (21/3). Mesquita era lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, tinha 28 anos, era solteiro e estava na corporação há 2 anos. O tiroteio que tirou a vida de Mesquita também foi responsável por matar Antônio Ferreira da Silva, senhor de 70 anos que trabalhava na região consertando eletrodomésticos. 

Outro policial que foi morto no mesmo dia foi o Sargento Maurício Chagas Barros, de 37 anos, do 39º Batalhão da Polícia Militar (BPM), em Belford Roxo. Ele faleceu em um confronto na comunidade Gogó da Ema, na Baixada Fluminense. Os Policiais Militares realizavam uma operação na comunidade quanto foram atacados por criminosos. Depois de atingido, o sargento foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Bom Pastor, mas não resistiu aos ferimentos. O sargenteo estava na corporação há 16 anos e era casado.   

A terceira vítima foi o cabo Luciano da Silva Coelho, lotado no 25ºBPM (Cabo Frio). Ferido após criminosos atirarem durante um roubo a estabelecimento comercial no Centro de Cabo Frio, na Região dos Lagos, o cabo não resistiu e morreu no local. O policial estava à paisana, tinha 38 anos e participava da Corporação há sete. 

Os sepultamentos do Sargento Maurício Chagas Barros e do Cabo Luciano da Silva Coelho acontecem nesta quinta-feira (22/3). O primeiro foi às 13h30, no Cemitério Parque Jardim da Saudade, em Sulacap; e o segundo no Cemitério de São Pedro da Aldeia, em São Pedro da Aldeia, às 16 horas. O soldado Felipe Santos de Mesquita será sepultado na sexta-feira (23/3), no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, capela 3, às 14 horas. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade