Publicidade

Correio Braziliense

Medida Provisória cria cargos para Gabinete da Intervenção Federal no Rio

A MP também dispõe sobre o pagamento da gratificação de representação a militares da ativa que atuarem nesse gabinete


postado em 12/04/2018 08:09

Cargo já vinha sendo exercido desde fevereiro pelo general Walter Souza Braga Netto(foto: Tânia Rego/Agencia Brasil)
Cargo já vinha sendo exercido desde fevereiro pelo general Walter Souza Braga Netto (foto: Tânia Rego/Agencia Brasil)

O governo federal editou medida provisória e decreto que criam cargos para atender às ações da intervenção no Rio de Janeiro. A MP 826/2018 cria o cargo de natureza especial de Interventor Federal no Estado do Rio de Janeiro, que já vinha sendo exercido desde fevereiro pelo general Walter Souza Braga Netto, e outros cargos e funções de confiança que irão compor o Gabinete da Intervenção Federal no Estado do Rio de Janeiro. 

A MP também dispõe sobre o pagamento da gratificação de representação a militares da ativa que atuarem nesse gabinete e o decreto regulamenta o remanejamento temporário de cargos em comissão do Ministério do Planejamento para a Casa Civil da Presidência da República, destinados às ações da intervenção. 

Os dois atos estão publicados na edição desta quinta-feira (12/4) do Diário Oficial da União (DOU).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade