Publicidade

Correio Braziliense

Lojas são depredadas durante tumulto na Cracolândia, em São Paulo

Confronto entre usuários de drogas e a polícia, com barricadas, pedras, fogueira e bombas de gás, gerou confusão no entorno da Praça Júlio Prestes


postado em 12/04/2018 16:30 / atualizado em 12/04/2018 16:36

Pessoas reunidas na praça Princesa Isabel, uma das praças localizadas no bairro conhecido como
Pessoas reunidas na praça Princesa Isabel, uma das praças localizadas no bairro conhecido como "Cracolândia" em São Paulo (foto: MIGUEL SCHINCARIOL)

 
Um confronto entre policiais e usuários de droga terminou em depredação na região da Cracolândia, no centro de São Paulo, na noite desta quarta-feira, 11/4. Segundo a Polícia Militar, uma lotérica, uma agência bancária e algumas lojas na região foram depredadas.

Bombas de gás foram lançadas para dispersar o grupo, que se concentrava no entorno da Praça Júlio Prestes, na avenida Duque de Caxias. Os usuários de droga construíram barricadas, fizeram fogueiras e atiraram pedras contra os policiais. Uma viatura foi atingida.

As portas de uma agência bancária foram quebradas durante o tumulto. Segundo comerciantes da região, houve correria pelo bairro.

Os militares foram acionados pela Guarda Civil Metropolitana por volta das 20h30 e permanecem na região até o início da madrugada desta quinta-feira, 12/4, para patrulhamento. O grupo de usuários foi disperso e se espalhou pelas ruas da região.

Não se sabe os motivos que levaram ao tumulto, mas informações iniciais mostram que o problema pode ter começado durante uma operação rotineira de limpeza, feita por funcionários da Prefeitura, com apoio de guardas civis metropolitanos. Não há informações sobre feridos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade