Publicidade

Correio Braziliense

PF prende 8 pessoas por lavagem de dinheiro e tráfico de drogas

Um dos investigados é delator da Operação Lava-Jato. Operação Efeito Dominó mira esquema articulado pelo Cabeça Branca, um dos maiores traficantes da América do Sul


postado em 15/05/2018 07:57

Policiais fazem buscas no Rio de Janeiro, onde houve 4 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão temporária(foto: Divulgação/Polícia Federal)
Policiais fazem buscas no Rio de Janeiro, onde houve 4 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão temporária (foto: Divulgação/Polícia Federal)
Uma operação da Polícia Federal (PF) seis estados e no Distrito Federal, nesta manhã de terça-feira (15/5), prendeu 8 pessoas em uma investigação de tráfico internacional de drogas comandada por Luiz Carlos da Rocha, o Cabeça Branca, um dos maiores traficantes da América do Sul, preso no ano passado. A ação, intitulada Efeito Dominó, uma alusão ao fato de existir um efeito em cascata no tráfico internacional de entorpecentes, é um desdobramento de investigações iniciadas em 2017, que resultaram na chamada Operação Spectrum, quando a PF desarticulou o esquema do traficante.

De acordo com o órgão, há a atuação concreta e direta de dois doleiros já conhecidos da PF. Um deles foi alvo na Operação Farol da Colina, que investigou o escândalo do Banestado. O outro é um dos delatores da Operação Lava-Jato, Carlos Alexandre, o Ceará, preso hoje em Pernambuco. Em ambas as operações, os dois foram investigados pelos mesmos crimes.

Hoje, cerca de 90 policiais federais cumpriram 26 ordens judiciais, sendo cinco mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária e 18 de busca e apreensão. As ações ocorreram nos estados do Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará, Paraíba, Mato Grosso do Sul, São Paulo e no Distrito Federal. Em Brasília, foram cumpridos 2 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão preventiva.

Imagens divulgadas pela Policia Federal mostraram dinheiro e cheques apreendidos em um endereço de Recife (PE). Veja:
 
 

Tráfico de drogas e pagamento de propinas

A investigação ressalta a complexa e organizada estrutura chefiada pelo Cabeça Branca, destinada à lavagem de dinheiro proveniente do tráfico internacional de drogas. "As investigações demonstram robustos indícios acerca do modus operandi da organização criminosa, consistente na convergência de interesses das atividades ilícitas dos clientes dos doleiros investigados", afirmou a PF em nota.

De um lado, segundo a PF, havia a necessidade de disponibilidade de grande volume de reais em espécie para o pagamento de propinas e de outro, traficantes internacionais possuíam disponibilidade de recursos em moeda nacional e necessitavam de dólares para efetuar as transações internacionais com fornecedores de cocaína.

O doleiro investigado pela Lava-Jato chamou atenção dos investigadores pelo fato de ter retornado ao crime mesmo tendo fechado um acordo de colaboração premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR). A delação foi homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). "A Procuradoria Geral da República e Supremo Tribunal Federal serão comunicados sobre a prisão do réu colaborador para avaliação quanto a quebra do acordo firmado", comunicou a PF.

Nesta fase da investigação, a polícia busca informações complementares que comprovem os crimes de lavagem de dinheiro, contra o Sistema Financeiro Nacional, além de organização criminosa e associação para o tráfico internacional de entorpecentes.

Os presos serão conduzidos à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde permanecerão à disposição da Justiça Federal.

Veja a lista de mandados judiciais cumpridos na Operação Efeito Dominó:

 

RIO DE JANEIRO

Rio de Janeiro

» 4 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão temporária
  

Maricá

» 1 mandado de busca e apreensão
 

PARAÍBA

João Pessoa

 » 1 mandado de busca e apreensão e 1 mandado de prisão preventiva
 

Cabedelo

»1 mandado de busca e apreensão
 

PERNAMBUCO

Recife

» 3 mandados de busca e apreensão e 2 mandados de prisão preventiva
  

CEARÁ

Fortaleza

»1 mandado de busca e apreensão e 1 mandado de prisão temporária
 

DISTRITO FEDERAL

Brasília

» 2 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão preventiva
 
 

MATO GROSSO DO SUL

Campo Grande

» 1 mandado de busca e apreensão e 1 mandado de prisão preventiva
 

Amambai

» 1 mandado de busca e apreensão
 

Dourados

» 1 mandado de busca e apreensão e 1 mandado de prisão temporária
 

SÃO PAULO

São Paulo

» 2 mandados de busca e apreensão

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade