Publicidade

Correio Braziliense

Menina de 12 anos desaparece após passeio de patins no interior de SP

Buscas pela estudante mobilizam as polícias, com emprego de cães farejadores, a guarda municipal e grande parte da população da cidade


postado em 13/06/2018 10:26 / atualizado em 15/06/2018 09:53

Na manhã desta terça-feira, amigos da família começaram a distribuir folhetos com a foto de Vitória em postos de combustíveis da Castelo Branco(foto: Reprodução/Facebook)
Na manhã desta terça-feira, amigos da família começaram a distribuir folhetos com a foto de Vitória em postos de combustíveis da Castelo Branco (foto: Reprodução/Facebook)
A menina Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, saiu de casa na tarde da última sexta-feira (8/6) para andar de patins na quadra da escola e desapareceu. O caso aconteceu em Araçariguama, cidade do interior de São Paulo. As buscas pela estudante mobilizam as polícias, com emprego de cães farejadores, a guarda municipal e grande parte da população da cidade, de 17 mil habitantes. 

Até a manhã desta quarta-feira (13/6), quando as buscas entraram no sexto dia, o sumiço da garota continuava um mistério. A menina tinha combinado o passeio de patins com duas colegas que acabaram desistindo. Vitória decidiu ir sozinha. 

Imagens de uma câmera de monitoramento mostram a garota seguindo de patins por uma rua do bairro Vila Nova, onde mora a família. No dia seguinte, o pai, Luiz Alberto Vaz, procurou a Polícia Civil e registrou o desaparecimento. A polícia mobilizou os Corpo de Bombeiros para dar buscas em matas e num lago da região Também requisitou imagens de câmeras instaladas em toda a região, inclusive num pedágio da rodovia Castelo Branco. 

Até a noite dessa terça-feira (12/6), a Polícia Civil tinha ouvido mais de 40 pessoas, entre possíveis testemunhas, colegas e parentes da criança. Conforme a mãe, Rosana Maciel Guimarães, uma testemunha disse ter visto a menina entrando num carro preto O dono de um carro igual ao descrito foi ouvido e o veículo submetido à perícia, mas nada foi encontrado. 

No celular que a garota deixou em casa não foi encontrada mensagem suspeita. Na manhã desta terça-feira, amigos da família começaram a distribuir folhetos com a foto de Vitória em postos de combustíveis da Castelo Branco.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade