Publicidade

Correio Braziliense

Apostador da Mega não resgata os R$ 22 milhões que ganhou e perde dinheiro

O "sortudo" tinha 90 dias para retirar o valor em qualquer agência da Caixa Econômica Federal e não o fez


postado em 30/11/2018 19:55 / atualizado em 30/11/2018 19:56

(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)
 
 
Um apostador da cidade de São Sebastião, na região litorânea de São Paulo, acertou as seis dezenas da Mega-Sena, mas perdeu os R$ 22 milhões. O ganhador não compareceu à nenhuma agência da Caixa dentro do prazo limite, que expirou às 16h desta sexta-feira (30/11). A aposta foi feita em 1º de setembro, na lotérica A Milionária.

O dono do ponto lotérico chegou a colocar uma faixa para avisar que a aposta vencedora havia sido feita ali. Tudo para chamar a atenção do sortudo – ou nem tão sortudo assim, já que ele perdeu a bolada. Os números da vez foram 08-18-23-37-42 e 58.  Entre as diversas possibilidades, o apostador poderia comprar 220 carros de R$ 100 mil; 3,1 mil Iphones XS de R$ 7 mil e 44 apartamentos de R$ 500 mil. Na poupança da própria Caixa Econômica, o valor poderia render cerca de R$ 81 mil mensais.
 
Sem o resgate, o valor será repassado ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Neste sábado (1º/12) acontece mais um sorteio da Mega-Sena. O prêmio acumulado está no valor de R$ 6 milhões, e o sorteio será às 20h. Além disso, a Caixa informou que as apostas da Mega da Virada já podem ser feitas. O sorteio será a partir das 20h, do dia 31 de dezembro. O prêmio está estimado em R$ 200 milhões. 
 
Esta não é a primeira vez que isso ocorre. Nos últimos quatro anos, ganhadores de "fortunas" deixaram de sacar R$ 1,26 bilhão no país, segundo a Caixa Econômica. Esse valor é referente a apostas na Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteca, Lotogol e Federal, que, somente no ano passado, deixaram de distribuir R$ 326 milhões em premiações.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade