Publicidade

Correio Braziliense

Temporal atinge BH, causa queda de árvore em van escolar e motorista morre

Por volta das 19h, chuva começou a cair em bairros da Região Centro-Sul da cidade; segundo a Defesa Civil, há grande possibilidade de granizo nos limites com Sabará e Nova Lima


postado em 07/12/2018 08:11

Uma árvore de grande porte caiu e atingiu ao menos três veículos. O motorista de uma van morreu(foto: Marcos Vieira/EM/D.A press )
Uma árvore de grande porte caiu e atingiu ao menos três veículos. O motorista de uma van morreu (foto: Marcos Vieira/EM/D.A press )

O início da noite dessa quinta-feira (6/12), foi marcado por um temporal em Belo Horizonte. A chuva forte, acompanhada de granizo, provocou diversas ocorrências pela cidade, como alagamentos, quedas de árvores e falta de energia elétrica. A situação mais grave ocorreu na Avenida Nossa Senhora do Carmo, no Bairro Sion, na Região Centro-Sul. Uma árvore de grande porte caiu e atingiu cinco veículos. Uma pessoa morreu. A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil (Supdec) emitiu um novo alerta, às 21h, sobre a possibilidade de mais chuva na cidade.
 
A queda da árvore ocorreu por volta das 19h. Logo no início da tempestade, a árvore caiu na Avenida Nossa Senhora do Carmo, entre a Avenida Uruguai e Rua Rio Verde, perto da Praça da Harmonia. O tronco e os galhos atingiram cinco veículos, entre eles uma van escolar, que estava com várias crianças. Elas foram retiradas do veículo. Ainda não há informações oficiais se algum dos estudantes se feriu, mas o pai de uma das crianças afirma que não. O motorista da van morreu.
 
Inicialmente, militares do Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar (PM), que estão no local da ocorrência, confirmaram a morte do motorista. Porém, por volta das 20h35, o tenente Sérgio Magalhães Júnior, porta-voz dos bombeiros no local, corrigiu a informação e informou que ainda há possibilidade de o condutor estar vivo. Os bombeiros informaram que não conseguiram chegar ao veículo, devido a cabos energizados que ainda se encontram no local.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, já somam sete quedas de árvores após a ventania e forte chuva na capital. No Bairro Santa Efigênia, na Região Leste da capital, uma árvore caiu na Avenida Francisco Sales. No Centro, um espécime caiu na Rua da Bahia e outro na Rua dos Tupinambás. Na Região Centro-Sul, houve queda de árvores na Rua Itapema, no Bairro Anchieta, na Rua Paracatu, no Barro Preto, e no cruzamento da Rua Piauí com Passatempo, no Sion.
 
Por meio das redes sociais, moradores comentaram o temporal. “Caindo é granizo em BH, misericórdia”, disse Alex Silva. “Granizo. O céu está caindo em BH!”, afirma Afonso Borges. BH na virada do ano é um absurdo. Muito vento e granizo”, alertou José Pedro. “E essa chuva em BH, Brasil?”, questionou Fernanda Estéfani. O tempo de BH é o mais maluco de todos, ele vai do sol rachando a chuva devastadora em 10min”, comentou Ladson Lúcio. 
 
A região que mais foi atingida pela chuva em Belo Horizonte foi a Leste. Segundo a Defesa Civil, em um intervalo de duas horas e cinquenta minutos, a regional teve o acumulado de 42,6 milímetros (mm) de água. Seguida da Centro-Sul, com 29,8 mm, Oeste, com 19,4 mm, Nordeste, com 11,8 mm. Noroeste, Norte, Pampulha e Venda Nova, tiveram menos de 2 milímetros de chuva. Os ventos fortes também atingiram a cidade. As rajadas chegaram a 75 quilômetros por hora. 

"19h15 fomos chamados para uma queda de árvore. Quado chegamos, contatamos que haviam vítimas e elas estavam sendo retiradas por populares. No total, foram cinco veículos e 12 vítimas – sendo cinco crianças. Às 21h40, confirmamos o óbito", explicou o tenente Sérgio Magalhães Júnior. A corporação trabalha na retirada da árvore e na eliminação do risco. "O temporal provocou a queda. A nossa maior dificuldade foi a energia. Só começamos a trabalhar quando a Cemig cortou a energia, o que demorou duas horas", completou.  Bombeiros analisam qual é a espécie da árvore, mas afirmam ter cerca de 15 metros de altura.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade