Publicidade

Correio Braziliense

Após ataques, Ceará vai transferir pelo menos 20 detentos para presídios federais

A negociação das transferências foi feita diretamente entre o governador Camilo Santana (PT) e o ministro da Justiça, Sérgio Moro


postado em 06/01/2019 22:02 / atualizado em 06/01/2019 22:23

O número de transferências pode aumentar nos próximos dias uma vez que, de acordo com o Estado, o Ministério da Justiça já confirmou que vai oferecer 60 vagas nas cadeias federais(foto: Iano Andrade/CB/D.A Press)
O número de transferências pode aumentar nos próximos dias uma vez que, de acordo com o Estado, o Ministério da Justiça já confirmou que vai oferecer 60 vagas nas cadeias federais (foto: Iano Andrade/CB/D.A Press)
 

 

Em meio à crise na segurança pública, o governo do Ceará anunciou na noite deste domingo, 6, que vai transferir nas próximas horas pelo menos 20 detentos para presídios federais.

O número de transferências pode aumentar nos próximos dias uma vez que, de acordo com o Estado, o Ministério da Justiça já confirmou que vai oferecer 60 vagas nas cadeias federais. Um preso já foi transferido, mas o governo não revelou para qual presídio ele foi encaminhado.

A negociação das transferências foi feita diretamente entre o governador Camilo Santana (PT) e o ministro da Justiça, Sérgio Moro. A pasta federal já vem auxiliando na crise de segurança cearense com o envio de homens da Força Nacional de Segurança.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade