Publicidade

Correio Braziliense

Primeira candidata travesti ao Senado por Minas anuncia gravidez

Duda Salabert conquistou mais 350 mil votos dos mineiros nas últimas eleições


postado em 08/01/2019 08:45

A política publicou em suas redes sociais um vídeo com imagens do ultrasom que mostra o bebê(foto: Divulgação/ redes sociais)
A política publicou em suas redes sociais um vídeo com imagens do ultrasom que mostra o bebê (foto: Divulgação/ redes sociais)

A primeira candidata travesti ao Senado na última eleição, que concorreu por Minas Gerais, anunciou nessa segunda-feira (7/1) que vai ser mãe. A mulher de Duda Salabert já está com 13 semanas de gestação. A política publicou em suas redes sociais um vídeo com imagens do ultrasom que mostra o bebê. 

Apesar de não saber o sexo ainda, o casal já definiu o nome. Vai se chamar Sol. “Escolhemos um nome de gênero neutro: se for uma criança trans, não terá que se preocupar em retificar nome. Chama-se Sol ! É música que encanta , é luz que revigora. Sol”, escreveu ela. Duda é casada há sete anos com Raísa Novaes. Ela é uma travesti lésbica e o bebê é filho biológico do casal.

Professora há 18 anos, Duda  é militante e atuante das causas sociais. Ela é uma das idealizadoras da ONG Transvest, projeto artístico-pedagógico que trabalha para combater a transfobia e incluir travestis, transexuais e transgêneros na sociedade, e recentemente criou também o Coletivo Transformar. Nas eleições de 2018, a candidata do Psol conquistou mais de 350 mil votos, melhor desempenho do partido em Minas, e foi a sexta da legenda no país. Em 2020, ela pretende se lançar candidata à prefeitura de Belo Horizonte.
 
 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade