Publicidade

Correio Braziliense

Socialite Gisella Amaral morre aos 78 anos no Rio de Janeiro

Segundo o Hospital Pró-Cardíaco, Gisella teve uma insuficiência respiratória secundária de uma pneumonia grave


postado em 15/01/2019 19:54 / atualizado em 15/01/2019 20:02

(foto: Vera Donato/Camarote Devassa )
(foto: Vera Donato/Camarote Devassa )
 

 Gisella Amaral, um dos grande nomes da high society carioca, morreu na tarde desta terça-feira (15/1), no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, no Rio de Janeiro, aos 78 anos. A socialite — título que renegava veementemente — lutava contra um câncer. Segundo a unidade de saúde, Gisella morreu vítima de uma insuficiência respiratória secundária de uma pneumonia grave. 

 

Antes de se tornar modelo de grifes, musa de campanha de inverno, e ser conhecida pelas ações de filantropia, Gisella trabalhava como intrumentadora. Formada em enfermagem, atuou na profissão até se casar com o empresário Ricardo Amaral — um dos principais nomes da boemia carioca na década de 1970, idealizador de casas noturnas, bares e boates. Ele é popularmente conhecido por "O Rei da Noite Carioca". 

 

Em entrevista ao jornal O Globo, publicada em setembro de 2013, Gisella negou o título de "socialite", ao dizer que preferia ser chamada "empresária social". O último termo, de fato, lhe caiu bem melhor. A empresária trabalhava em prol de 39 entidades sociais. 

 

Em um dos seus feitos de maior repercussão, Gisella e mais algumas amigas, hospederam bispos peregrinos durante a Jornada Mundial da Juventude, em 2013. Cristã e devota, ela também conseguiu 18 helicópteros emprestados para o transporte dos líderes religiosos.

 

Nas redes sociais, amigos e fãs escrevem mensagens de despedida. O velório está marcado para a quarta-feira (16), às 12h, na Igreja de São José, Lagoa, no Rio. Gisella deixa o marido, dois filhos, Rick e Bernardo, e duas netas, Maria Julia e Mariana.

 

 

 

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade