Publicidade

Correio Braziliense

Falha no site do Sisu permite acessar inscrições de outros candidatos

Desde o primeiro dia de inscrição, na terça-feira, 22, estudantes relatam lentidão no sistema


postado em 24/01/2019 14:37 / atualizado em 24/01/2019 17:29

O Ministério da Educação (MEC) ainda não se posicionou sobre a falha de segurança(foto: Divulgação )
O Ministério da Educação (MEC) ainda não se posicionou sobre a falha de segurança (foto: Divulgação )
 

Os candidatos que tentam se inscrever para uma vaga em universidades públicas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) continuam com dificuldade de acessar o site e relatam falha de segurança. Quando conseguem acessar o sistema, colocam seus dados (login e senha), mas são direcionados para a inscrição de outros candidatos. 


Os candidatos que tentam se inscrever para uma vaga em universidades públicas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) continuam com dificuldade de acessar o site e relatam falha de segurança. Quando conseguem acessar o sistema, colocam seus dados (login e senha), mas são direcionados para a inscrição de outros candidatos.

Procurado, o Ministério da Educação (MEC) ainda não se posicionou sobre a falha de segurança. Desde o primeiro dia de inscrição, na terça-feira, 22, estudantes relatam lentidão no sistema.

Nas redes sociais, estudantes compartilham imagens que mostram o erro. Muitos também reclamam de não conseguir acessar o site nem mesmo em horários com menos acesso, por exemplo de madrugada.

"Coloquei minha senha certinha e entrou nos cursos de outra pessoa, segurança zero Sisu", diz um candidato nas redes sociais. Outro estudante também fez um relato do que ocorreu quando tentou acessar seu perfil. "Depois do dia inteiro tentando entrar no site, quando consigo, usando minha senha e matrícula, aparece a conta de uma Thaís, com os cursos que a menina escolheu", diz o candidato.

Na noite de quarta-feira, 23, o MEC comunicou que registrou "lentidão do sistema em alguns momentos em razão do enorme volume de acessos, que chegaram a 500 mil simultâneos". Um dia antes, o pico de acessos simultâneos foi de 350 mil. "A recomendação da área técnica do MEC é que o estudante com dificuldade de acesso atualize a página de inscrição antes de preencher os dados", diz.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade