Publicidade

Correio Braziliense

Autoridades criam comissão para moradores atingidos por tragédia

Na tarde deste domingo, dezenas de pessoas se manifestaram contra a falta de diálogo com o comitê de crise e as falhas nas atualizações das listas de desaparecidos


postado em 27/01/2019 23:24

(foto: AFP / Mauro Pimentel)
(foto: AFP / Mauro Pimentel)

Cinco moradores de Brumadinho, na Grande BH, vão participar ativamente das reuniões do comitê de crise. Essa comissão foi eleita pelos próprios moradores neste domingo (27/1) depois da mobilização das famílias por notícias durante a tarde, quando dezenas de pessoas pediram intervenção do Exército nas buscas. O grupo fica situado na Estação do Conhecimento, localizada na Unidade de Pronto-Atendimento da cidade, e recebe todas as informações das autoridades com antecedência. 

A novidade nasceu de uma articulação do coronel Evandro Borges, coordenador da Defesa Civil de Minas Gerais. Segundo o tenente-coronel Flávio Godinho, do mesmo órgão, a comissão receberá, antes dos boletins diários repassados à imprensa, uma folha impressa com os dados atualizados das buscas. 

Ver galeria . 83 Fotos Corpo de Bombeiros/Divulgação
(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação )


A manifestação dos familiares aconteceu por volta das 15h. Naquele momento, os trabalhos dos bombeiros estavam interrompidos diante da ameaça do rompimento da barragem VI. Certo é que, momentos depois da mobilização, a corporação anunciou que a estrutura estava estabilizada e os militares voltariam às zonas quentes. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade