Publicidade

Correio Braziliense

Insegurança e apreensão marcam a noite de moradores de Brumadinho

Os moradores das cerca de 30 casas que foram atingidas pela lama estão hospedados na casa de parentes e amigos


postado em 28/01/2019 08:35 / atualizado em 28/01/2019 10:57

(foto: Renan Damasceno/EM/DA Press)
(foto: Renan Damasceno/EM/DA Press)
Quando a noite cai, a sensação de insegurança e apreensão aumentam. Com a redução do grau de risco de rompimento de barragem de água B6, os moradores da comunidade rural de Parque da Cachoeira puderam voltar para suas casas mas, por volta das 21h, todos ainda estavam reunidos na quadra da associação do bairro. “Quem garante que a gente está seguro? Que não vai romper? que o alarme não vai disparar de novo”, questionou o morador Adão Balbino – pergunta que todos os moradores repetiam depois que a sirene foi acionada por volta de 5h30 deste domingo, pedindo para que todos abandonassem suas casas.

O dia foi de incertezas e informações desencontradas. Apenas no início da noite que os moradores receberam um representante da Vale, em reunião com técnicos do Ministério Público Estadual, Defesa Civil e do Movimento por Atingidos de Barragem (MAB), que presta assistência às famílias.

A empresa assegurou que será fornecido comida para a comunidade. Nesta segunda-feira, café da manhã, almoço e jantar serão servidos na associação do bairro. Os moradores solicitaram que, a partir de amanhã, a Vale fornecesse os alimentos e os utensílios para os próprios moradores cozinhar. 

Os moradores das cerca de 30 casas que foram atingidas pela lama estão hospedados na casa de parentes e amigos. Três famílias estão desabrigadas e a Vale garantiu que seriam levados para hotel em caso de solicitação. 

Depois da reunião, os moradores jantaram e começaram a voltar para suas casas. Doações chegaram ao longo do dia à associação e, hoje, é esperado mais um caminhão de mantimentos vindo de Belo Horizonte.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade