Publicidade

Correio Braziliense

Conselho de Governo vai avaliar Política de Segurança de Barragens

Mourão esclareceu que o desastre ocorrido em Brumadinho impôs uma mudança na pauta do encontro, que ocorre toda semana


postado em 28/01/2019 20:42

(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
O Conselho de Governo, reunião ministerial semanal que ocorre no Palácio do Planalto, vai avaliar a política nacional de segurança de barragens. A reunião será presidida pelo presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, na manhã desta terça-feira (29/1). “Amanhã vamos começar a olhar aquela política nacional de controle [segurança] de barragem. Ver quais falhas que têm pra gente tentar corrigir isso aí. Tem falhas”, disse na saída de seu gabinete, na Vice-Presidência da República.

Mourão esclareceu que o desastre ocorrido em Brumadinho impôs uma mudança na pauta do encontro. Esta semana, os ministros discutiriam governança. “[A reunião] ia tratar de assunto de governança, mas mudou para Brumadinho, porque é a ordem do dia”, disse Mourão. Ele presidirá a reunião uma vez que Jair Bolsonaro está na UTI, se recuperando de uma cirurgia realizada na parte da manhã.

A questão também  foi abordada hoje pelo secretário de Geologia, Mineração e Transformação Natural do Ministério de Minas e Energia, Alexandre Vidigal.

Mourão afirmou ainda que o governo não considera convocar uma reunião do Conselho de Administração da Vale para discutir a situação da diretoria da empresa. “[Sobre] a questão da diretoria tem que reunir o Conselho de Administração. É ele que nomeia. [O governo] pode [convocar uma reunião da diretoria], mas isso não está em estudo, por enquanto. [mudança na diretoria] tem que ser por meio do Conselho”, disse o presidente em exercício.

Mourão deixará a decisão sobre a diretoria a cargo de Bolsonaro, que tem previsão de reassumir a presidência na quarta-feira (30/1).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade