Publicidade

Correio Braziliense

Famílias de vítimas recebem chips de celular para falar com autoridades

Distribuição começará às 16h desta terça-feira, na Estação do Conhecimento


postado em 29/01/2019 15:47

(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Prss)
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Prss)
 
A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) disponibilizará 300 chips de celular e 300 minutos de crédito às famílias de todas as vítimas da tragédia de Brumadinho para que elas se comuniquem com o poder público, hospitais ou outros contatos pessoais. A medida foi divulgada no início da tarde desta terça-feira em coletiva prestada pelo secretário, Alexandre Lucas Alves.

De acordo com as autoridades, a distribuição desses chips caberá à Defesa Civil de Minas Gerais. Eles estarão disponíveis a partir das 16h, desta terça-feira, na Estação do Conhecimento, em Brumadinho. 

Conforme explicou o coordenador do órgão, coronel Evandro Borges, para pegá-los, os familiares terão que apresentar documento que comprove algum grau de parentesco com desaparecidos ou mortos da tragédia. Cada família terá direita um chip.  “Gostaríamos que as famílias se deslocassem gradativamente ao local para não gerar tumulto”, pediu.

Além disso, o coronel afirmou estar disponibilizando wi-fi para todos os envolvidos. Com o chip, será possível utilizar os dados móveis do celular, portanto as famílias também terão acesso à internet paga.


Doações

Na coletiva, o coordenador da Defesa Civil de Minas Gerais informou que as doações de remédio, alimentos e água continuam paralisadas. No entanto, Borges confirmou que, no futuro, as doações poderão ser retomadas. “No momento oportuno, estaremos comunicando e, se necessário for, estaremos abrindo novamente para o acolhimento de recursos humanitários”, disse.

*Estagiário sob supervisão do editor Benny Cohen

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade