Publicidade

Correio Braziliense

Fake News vem atrapalhando trabalhos do Corpo de Bombeiros

Segundo o tenente Pedro Aihara, porta-voz da corporação, os trabalhos estão tendo que ser interrompidos em algumas oportunidades para verificar as informações falsas


postado em 30/01/2019 14:12

(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

Um novo alerta foi feito pelo Corpo de Bombeiros em relação as notícias falsas que circulam em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e que vêm atrapalhando os trabalhos de buscas dos militares. Segundo o tenente Pedro Aihara, porta-voz da corporação, os trabalhos estão tendo que ser interrompidos em algumas oportunidades para verificar as 'fake news'. A maioria delas relacionadas ao encontro de desaparecidos ainda com vida. 

 

“Uma notícia importante é que o serviço das forças de segurança está muito prejudicado com as 'fake news'. Todas as vezes que recebemos informações sobre sobreviventes, com uma referência de ter sido encontrada, o que é situação muito difícil de ser verídica, a gente é obrigado a parar para averiguar a informação. Então, para os serviços. Essa divulgação de notícias falsas prejudica muito e atrasa na recuperação de corpos”, alertou o tenente. 

 

Essa não foi a primeira vez que o Corpo de Bombeiros reclama de notícias falsas sendo divulgadas em Brumadinho. Na segunda-feira, os trabalhos também tiveram que ser interrompidos para os militares fazerem buscas em matas. Pois, chegou a informação que haviam pessoas em uma área verde. Porém, foi constatado que não eram verdade. 

 

Risco com drones

 

Outro risco apontado pela corporação foi o uso de drones. Ao menos em duas oportunidades, as aeronaves do Corpo de Bombeiros e das forças de segurança que atuam nos trabalhos da região tiveram que fazer manobras arriscadas. Além disso, um aparelho chegou a cair na zona quente, onde os bombeiros fazem buscas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade