Publicidade

Correio Braziliense

Chuva destelha 60 casas de comunidade atingida pelo rompimento da barragem

Postes e árvores também caíram durante o temporal em Brumadinho, na Grande BH


postado em 30/01/2019 19:48

(foto: Renan Damasceno/EM/D.A.Press)
(foto: Renan Damasceno/EM/D.A.Press)
Não bastasse o sofrimento que estão passando os moradores das áreas atingidas pela lama da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte,  a chuva da tarde desta quarta-feira deixou um rastro de estragos na comunidade rural Parque da Cachoeira. 

Segundo cálculos da associação de bairro, 60 casas foram destelhadas, oito postes caíram e cerca de 30 árvores caíram. A Cemig foi acionada para tentar reativar a energia, mas muito postes estão caídos nas ruas de terra.

O temporal também destruiu as tendas erguidas para dar suporte às famílias atingidas.
 
(foto: Renan Damasceno/EM/D.A.Press)
(foto: Renan Damasceno/EM/D.A.Press)
 
 
"A chuva foi rápida, tirou as telhas do quarto, agora estou tirando da área para a gente poder dormir", contou Vicente de Paulo Fialho, com os cômodos da casa todos tomados de água.

A chuva durou pouco tempo, mas o vento e a força da água foram suficientes para derrubar árvores e interditar estradas. A pista de acesso ao Parque da Cachoeira ficou parada por cerca de 40min por causa de galhos caídos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade