Publicidade

Correio Braziliense

Operadoras de telefonia quebram sigilo de ligações em Brumadinho

Segundo o porta-voz do Planalto, as empresas informaram dados, conforme decisão judicial, de todas as ligações realizadas entre 24 e 25 de janeiro


postado em 31/01/2019 17:12 / atualizado em 31/01/2019 17:13

(foto: Reprodução/NBR)
(foto: Reprodução/NBR)

O porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio do Rêgo Barros, detalhou, nesta quinta-feira (31/1), as últimas medidas tomadas pelo Comitê de Avaliação e Gestão de Respostas do governo federal em relação ao rompimento da Barragem da Vale, em Brumadinho, na Grande Belo Horizonte. De acordo com Rêgo Barros, todas as empresas de telefonia móvel que atuam no município cumpriram as decisões judiciais de quebra de sigilo de dados telefônicos e telemáticos entre 24 e 25 de janeiro.

As operadoras informaram dados, recolhidos em áreas cujas coordenadas foram informadas pela União, sobre todas as ligações realizadas no período. Foram informados nome do usuário, CPF, IMEI do celular, cidade de origem e data e horário do registro. "É uma atuação das Ministério das Comunicações, anterior à Casa Civil", disse Rêgo Barrros.



O porta-voz também informou que a pluma de sendimentos de rejeitos de minérios chegou a São José da Varginha, distante 98km de Brumadinho, e citou o término da missão israelense que colaborou no resgate de vítimas  do rompimento da barragem.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade