Publicidade

Correio Braziliense

Chuva em SP provoca pontos de alagamento e falhas no transporte público

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, até as 5h50 havia sete acionamentos para quedas de árvores, 28 para enchentes e dois para desabamentos


postado em 04/02/2019 10:00 / atualizado em 04/02/2019 10:00

A semana começou chuvosa na cidade de São Paulo. Após dias de calor de intenso, áreas de instabilidade atingiram com força diversas regiões da capital paulista, nesta segunda-feira (4/2), aproximando-se das zonas oeste e sudeste com mais intensidade. Pontos de alagamento foram registrados em diversas partes da capital, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE).

As chuvas começaram a perder intensidade por volta das 6h, quando foi encerrado o estado de atenção na cidade para alagamentos. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, até as 5h50 havia sete acionamentos para quedas de árvores, 28 para enchentes e dois para desabamentos. O Aeroporto de Congonhas, na zona sul, registrou rajadas de vento de 51 km/h.

As fortes chuvas e ventos também prejudicaram o transporte público. Na linha 15-Prata, os trens circulavam com velocidade reduzida no início da manhã e maior tempo de parada entre as estações Camilo Haddad e Vila União, em razão da falta de energia elétrica. Na CPTM, alagamentos provocaram a mesma situação entre as estações Socorro e Granja Julieta.

O CGE informou que o tempo segue instável, com chuvas intermitentes e baixo potencial para novos alagamentos. As temperaturas caíram e estavam por volta dos 19ºC pela manhã. A máxima prevista para o dia é de 25ºC.

Próximos dias


A passagem de uma frente fria por São Paulo põe fim ao forte calor registrado nas últimas semanas. O sistema traz chuva e queda das temperaturas nos próximos dias, variando entre mínima de 20°C e máxima de 25°C, com taxas de umidade do ar elevadas e acima dos 60%. A continuidade das chuvas mantém o risco de deslizamentos de terras e alagamentos na cidade.

Na terça-feira, 5, as instabilidades devem diminuir e o dia pode começar com sol entre muitas nuvens. Os índices de umidade devem se elevar e variar entre 62% e 95%. No período da tarde, não se descarta a ocorrência de pancadas rápidas de chuva com baixo potencial para alagamentos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade