Publicidade

Correio Braziliense

Chuva suspende buscas em Brumadinho por risco aos bombeiros

Segundo os bombeiros, depois da chuva será feita uma vistoria para retomada dos trabalhos


postado em 04/02/2019 08:06 / atualizado em 04/02/2019 08:57

Chuva que começou na madrugada oferece riscos às equipes que trabalham nas buscas em Brumadinho (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Chuva que começou na madrugada oferece riscos às equipes que trabalham nas buscas em Brumadinho (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Os trabalhos do 11º dia de buscas por vítimas do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, na Grande BH, foram suspensos temporariamente no início da manhã desta segunda-feira. O motivo é a chuva forte na região do desastre. 
 
“A perspectiva é de que o rejeito remanescente na barragem B1 (a mesma do acidente) possam se desprender e deslocar na zona quente, trazendo risco aos bombeiros”, informou o tenente-coronel Anderson Passos, do Corpo de Bombeiros, pouco antes das 6h. “Após as chuvas será feita uma vistoria aérea para identificação das áreas que permitam a retomada dos trabalho”, disse. 
 
A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) atualizou o número de desaparecidos do desastre de Brumadinho na noite de domingo. Segundo informações da Cedec, são 212 pessoas não localizadas – 14 a menos que o último boletim, que trazia o dado de 226 vítimas sumidas. Segundo o último levantamento divulgado pela Vale, a Polícia Civil já identificou 114 dos 121 corpos resgatados.
 
Ver galeria . 71 Fotos EM/D.A Press
(foto: EM/D.A Press )

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade