Publicidade

Correio Braziliense

Menina de 8 anos sobrevive após cair do 4º andar de prédio em SP

A menina foi internada com fraturas nas pernas e possível traumatismo craniano no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS)


postado em 07/02/2019 15:19 / atualizado em 07/02/2019 15:55

(foto: Reprodução/Google Street View)
(foto: Reprodução/Google Street View)
 

Uma menina de 8 anos teve ferimentos graves ao cair do quarto andar de um prédio na madrugada desta quinta-feira 7, em Sorocaba, interior de São Paulo. A menina foi internada com fraturas nas pernas e possível traumatismo craniano no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS). A madrasta disse à polícia que a criança estava sozinha e cortou a tela de proteção da varanda com uma tesoura, caindo da janela. A Polícia Civil fez registro de queda acidental, mas aguarda o resultado da perícia.


O acidente aconteceu por volta das 4h10 em um conjunto de prédios do Parque Três Meninos, zona leste da cidade. A madrasta disse ter saído por dez minutos para levar o marido ao trabalho e, quando retornou, encontrou a menina caída do lado de fora do prédio. A criança estava ferida e pedia socorro. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e uma equipe do Corpo de Bombeiros fizeram o resgate e levaram a criança ao hospital.

Aos policiais, conforme registro do boletim de ocorrência, a madrasta disse que a menina teria usado uma tesoura para cortar a rede de proteção. Ela contou que a enteada teria ficado dois meses com a mãe em São Paulo e, após o retorno, mostrou um comportamento mais introspectivo. Uma perícia preliminar constatou o corte na rede de proteção da varanda. A tesoura, encontrada no sofá, foi levada para perícia. O pai da menina acompanhava o atendimento à filha no hospital. Nem ele, nem a madrasta falaram com a imprensa.

A Polícia Civil informou que vai aguardar o laudo da perícia para esclarecer o que aconteceu. Para isso, serão requisitadas imagens de câmeras do condomínio. Conforme a polícia, também será investigado suposto abandono de incapaz pelo fato de a queda ter acontecido quando a criança estava sozinha, resultando em lesões graves.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade