Publicidade

Correio Braziliense

Sete corpos de vítimas de incêndio no Flamengo foram identificados

Dez atletas morreram durante incêndio no CT do clube. Dois dos sobreviventes do Flamengo apresentam quadro estável e um permanece grave


postado em 09/02/2019 16:39

(foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil )
(foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil )
A Polícia Civil confirmou a identificação, por meio de exame de arcada dentária, de mais três atletas das categorias de base do Clube de Regatas do Flamengo, que morreram ontem (8) no incêndio no Centro de Treinamento George Helal, conhecido como Ninho do Urubu, na Vargem Grande. São eles: Gedson Santos, de 14 anos, da cidade de Itararé (SP); Athila Paixão, de 14 anos, atacante do clube, nascido na cidade de Lagartos (SE); e o goleiro Christian Esmério Cândido, 15 anos, do Rio de Janeiro. Com isso, sobe para sete o número de atletas identificados.

Perfil

Goleiro do Flamengo e da seleção brasileira sub-15, Christian nasceu em Madureira, na zona norte e foi convocado pela primeira vez em novembro de 2018. Em janeiro deste ano, foi convocado para atuar na categoria sub-17. Christian se destacou ainda na conquista do Flamengo da Copa Nike sub-15, vencida pelo clube em abril do ano passado. Na semifinal contra o Grêmio, o goleiro defendeu um pênalti. Na grande decisão, mais dois, contra o São Paulo. Tido como herói do título, ele posou ao lado da taça e afirmou que a conquista ficaria “sempre” em sua memória.

O atacante Athila Paixão chegou ao Flamengo em abril de 2018. Antes, jogou pela Escolinha Geração do Futuro,. Athila retornou ao Rio de Janeiro no último domingo (3), ao fim das férias em sua cidade natal.

Ver galeria . 11 Fotos A primeira vítima identificada após o incêndio no CT foi o goleiro Christian Esmerio Candido, de 15 anos, que era considerado uma das grandes promessas do clube, tendo sido convocado algumas vezes para a seleção brasileira de baseReprodução/Redes sociais
A primeira vítima identificada após o incêndio no CT foi o goleiro Christian Esmerio Candido, de 15 anos, que era considerado uma das grandes promessas do clube, tendo sido convocado algumas vezes para a seleção brasileira de base (foto: Reprodução/Redes sociais )


Já o meio-campista Gedson Santos era o mais novo integrante das equipes de base do Flamengo. Chegou ao clube no início do mês após jogar pelo Athletico Paranaense. 
 
Os atletas Cauan Emanuel e Francisco Dyogo, sobreviventes da tragédia de sexta-feira, seguem em situação estável no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca. Segundo o clube, os meninos passaram a noite sem complicações e se alimentam normalmente por via oral. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade