Publicidade

Correio Braziliense

Diretoria executiva da Vale sabia do problema na barragem em Brumadinho

Informação foi divulgada por colunista. Gerente teria questionado sobre o assunto com superiores


postado em 26/02/2019 09:27

(foto: Douglas Magno/AFP)
(foto: Douglas Magno/AFP)

Um dos gerentes da Vale disse às autoridades que a diretoria executiva da mineradora sabia que havia havia "decréscimo no nível de segurança" na barragem de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A informação foi divulgada, na manhã desta terça-feira (26/2), pela colunista da Folha de S. Paulo Mônica Bergamo. 

É a primeira vez que um depoimento aponta a responsabilidade para executivos da mineradora. O gerente teria dito questionou sobre o assunto com superiores.

A catástrofe de Brumadinho já matou pelo menos 179 pessoas. Outras 131 ainda estão desaparecidas. 102 corpos identificados são de funcionários da Vale, enquanto outros 77 pertencem à comunidade e/ou a empresas terceirizadas. Quanto aos desaparecidos, 29 são da Vale e outros 102 do outro grupo.

Ver galeria . 71 Fotos EM/D.A Press
(foto: EM/D.A Press )


Na semana passada, seis pessoas foram ouvidas pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).  Os funcionários deixaram a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH, e o Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, no Bairro Horto, na Região Leste da capital mineira, para prestarem os depoimentos. A investigação segue sendo feita pela Polícia Civil e o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). 

O em.com entrou em contato com a Vale e aguarda um posicionamento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade