Publicidade

Correio Braziliense

Investigação de morte de Marielle continua para apurar possível mando

Nesta terça-feira, 12, dois suspeitos pela execução foram presos


postado em 12/03/2019 16:09 / atualizado em 12/03/2019 18:48

Promotora Letícia Emile Petriz(foto: DANIEL RAMALHO)
Promotora Letícia Emile Petriz (foto: DANIEL RAMALHO)
 

O Ministério Público do Rio informou que investiga possíveis responsáveis por ordenar os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSol) e do motorista Anderson Gomes para apurar possível mando do crime. Nesta terça-feira, 12, dois suspeitos pela execução foram presos. 


De acordo com a promotora Letícia Emile Petriz, o crime foi "muito bem planejado" de forma a dificultar as investigações e os processos judiciais. "Diversas técnicas novas foram empregadas, técnicas que não podemos revelar", disse a promotora. "A investigação não se finaliza neste momento, prossegue em uma segunda etapa, os autos foram desmembrados, continuaremos as investigações no intuito de apurar possível mando", reforçou a investigadora.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade