Publicidade

Correio Braziliense

No Twitter, Damares presta solidariedade às famílias das vítimas em escola

Atiradores invadiram a instituição nesta quarta-feira (13/03), em Suzano-SP, e deixaram vários mortos e feridos


postado em 13/03/2019 15:39 / atualizado em 13/03/2019 16:43

Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, em coletiva na casa(foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, em coletiva na casa (foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)

 

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, prestou solidariedade às famílias das vítimas do atentado em uma escola em Suzano, que deixou dez mortos, entre eles, os atiradores. Ela também colocou a pasta à disposição.

"Acordamos hoje com esta terrível notícia e estou estarrecida. Às famílias manifesto meu imenso pesar e coloco este Ministério à disposição para prestar todo o apoio necessário", escreveu. "Que Deus abençoe os que estão em atendimento para que sobrevivam."

 



O tiroteio deixou dez mortos, incluindo os dois atiradores, que se suicidaram. A polícia confirmou a identidade dos dois atiradores que abriram fogo na Escola Estadual Raul Brasil em Suzano, matando oito pessoas. Os dois se mataram depois. Um deles é Luiz Henrique de Castro, que faria 26 anos neste sábado, 16, e o outro é Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade