Publicidade

Correio Braziliense

Exército investigará morte de homem que estava em carro alvejado 80 vezes

Guarnição do Exército disparou contra um carro de passeio, matando uma pessoa e ferindo duas, nesse domingo (7/4), em Guadalupe, na Zona Oeste


postado em 08/04/2019 10:44 / atualizado em 08/04/2019 10:50

Os militares envolvidos na ocorrência e todas as testemunhas civis foram ou serão ouvidas(foto: Reprodução)
Os militares envolvidos na ocorrência e todas as testemunhas civis foram ou serão ouvidas (foto: Reprodução)
O Comando Militar do Leste (CML) determinou a apuração do caso em que uma guarnição do Exército disparou cerca de 80 tiros contra um carro de passeio, matando uma pessoa e ferindo duas, nesse domingo (7/4), em Guadalupe, na zona oeste do Rio de Janeiro. De acordo com o CML, a Delegacia de Polícia Judiciária Militar está investigando o caso, com a supervisão do Ministério Público Militar.

Os militares envolvidos na ocorrência e todas as testemunhas civis foram ou serão ouvidas, segundo nota divulgada pelo CML. Na nota, divulgada nesse domingo à tarde, o Comando Militar do Leste informou ainda que os militares atiraram no carro porque foram atacados por criminosos, por volta das 14h40. Acrescentou que os militares mataram um assaltante e feriram outro. Um pedestre também ficou ferido.



De acordo com a Polícia Civil, no carro atingido pelo Exército não havia nenhum criminoso e ninguém estava armado. Todos eram da mesma família. O homem que morreu foi identificado como Evaldo dos Santos Rosa, um músico de 51 anos. O outro homem que estava no carro e também foi ferido seria o sogro de Evaldo. No carro estavam ainda a mulher de Evaldo e uma criança, que não ficaram feridos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade