Publicidade

Correio Braziliense

Chuva em cidade no litoral sul paulista deixa 400 desabrigados

Entre sábado e domingo, choveu cerca de 180 milímetros


postado em 20/05/2019 17:21 / atualizado em 20/05/2019 17:45

(foto: Prefeitura de Peruíbe/Divulgação)
(foto: Prefeitura de Peruíbe/Divulgação)

 

A prefeitura de Peruíbe, no litoral sul paulista, decretou estado de emergência, depois das chuvas que deixaram bairros alagados e populações isoladas no município. Somente entre sábado e domingo choveu 180 milímetros, superando a média histórica de todo mês de maio, de 126 mm.

No sábado (18/5), três pedras de grande porte rolaram de uma encosta, arrastando lama, árvores e postes de iluminação, e interditaram o acesso do bairro Grajaú. A comunidade está praticamente sem contato com a área urbana. Pode ser necessário explodir uma das pedras, de grande porte, que rolaram sobre a pista.

Na manhã desta segunda-feira (20/5), a prefeitura contabilizava mais de 400 desalojados. As aulas estão suspensas em toda a rede escolar municipal. Duas escolas municipais - Álvaro Gaspar Ferreira Filho e Professora Delcélia Joselita Machado Bezerra - foram transformadas em abrigos. O município está pedindo doações de alimentos, cobertores e colchões.

Para desobstruir a Estrada do Grajaú, a prefeitura pediu apoio ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e ao Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). Os trabalhos devem começar hoje, já que o tempo melhorou na região. Os moradores improvisaram uma passarela para transpor o trecho a pé.

Vários bairros da cidade ainda estão alagados, mas a energia elétrica e o abastecimento de água foram restabelecidos. Algumas áreas ainda estão sem telefonia. Durante o fim de semana, os bombeiros usaram barcos para remover as famílias. A rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-55), que percorre grande parte do litoral sul, tem uma faixa interditada no km 361, altura de Itariri, depois que uma erosão causou o afundamento do asfalto. Uma equipe do DER já fez uma avaliação dos danos para iniciar os reparos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade