Publicidade

Correio Braziliense

Morre homem que caiu de uma altura de 50 metros em parque de Minas Gerais

Informações iniciais dão conta que três homens faziam uma espécie de slackline, quando a fita teria arrebentado. A vítima chegou a ser resgatada, mas não resistiu aos ferimentos


postado em 04/06/2019 17:19

 Vítima caiu ao fazer uma espécie de slackline em uma área de acesso restrito(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Vítima caiu ao fazer uma espécie de slackline em uma área de acesso restrito (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)


Um homem, de 30 anos, morreu depois de cair de uma altura de 50 metros Parque dos Mangabeiras, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Informações do Corpo de Bombeiros indicam que a vítima, e ao menos outras duas pessoas, estavam em uma área de acesso proibido e praticavam esportes radicais. Ele foi resgatado, mas teve uma parada cardiorespiratória e não resistiu. 

O acidente aconteceu na tarde desta terça-feira (4/6). De acordo com as primeiras informações do Corpo de Bombeiros, o solicitante informou que as vítimas teriam caído ao fazer uma espécie de tirolesa. Depois foi informado que o grupo teria colocado uma fita, uma espécie de slackline, esporte onde os atletas se equilibram e fazem manobras em cima de uma fita, porém, ainda não foi confirmado pelas autoridades. A corda teria arrebentado.
 
A vítima, segundo o solicitante, reclamava de dores por todo corpo e estava com suspeita de fratura na perna esquerda. Duas viaturas do Corpo de Bombeiros foram empenhadas na ocorrência, assim como o helicóptero Arcanjo 02.
 
 

O Corpo de Bombeiros teve dificuldade em fazer o resgate devido a vítima estar em um local de difícil acesso. Os militares fizeram rapel, por meio do helicóptero, e desceram até onde estava o homem, que foi imobilizado. Durante o socorro, a vítima teve uma parada cardiorrespiratória e morreu a caminho do hospital.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade